Sucessor do Windows 8 se chamará Windows… 10(?!)

multitarefa windows 10

Nesta terça-feira (30/9), a Microsoft apresentou oficialmente o sucessor do Windows 8. E ele se chamará, adivinhem, Windows… 10! E não nos pergunte porque eles pularam o 9…

O anúncio foi feito por Terry Myerson, chefe da divisão de sistemas operacionais da Microsoft. A grande novidade é que a plataforma rodará no seu PC, tablet e smartphone. Com isso, teremos apenas uma loja de aplicativos, possibilitando que todos os programas baixados rodem em qualquer dispositivo que esteja integrado ao Windows 10. Além disso, os apps do Windows Store abrem da mesma forma no tablet e no PC, facilitando a familiarização.

A tela inicial “Metro” se mesclará com o menu Iniciar (oficialmente de volta): no Windows 10 você não verá mais aquela enorme rede de blocos (os pequenos quadrados do Windows 8 semelhante a pequenos azulejos) espalhados pela tela. Ainda assim, os blocos interativos estão lá e podem ser redimensionados conforme seu gosto.

Windows 10 e a nova tela dos blocos dinâmicos

O Windows 10 vai trazer uma barra universal de buscas. Logo, em um mesmo espaço você busca na internet e desktop, como é feito no Mac OS X. Além disso, os prompts de comando passam a suportar Ctrl+C / Ctrl+V, o popular “Copiar e Colar”.

Outro ponto interessante no Windows 10 é o recurso multitarefa. Agora, há um botão na barra de tarefas que, quando acionado, mantém os aplicativos abertos com suas telas estáticas na área de trabalho, possibilitando a troca de programas com o mouse, em vez de utilizarmos o (por vezes) irritante comando “Alt+Tab”. Além disso, será possível ter até quatro aplicativos abertos ao mesmo tempo em tela dividida. Se você trabalha com múltiplos projetos ao mesmo tempo, a função Adding at desktop mantém os diferentes programas organizados em outras áreas de trabalho.


A Charm Bar, que não é muito amigável para o mouse mas funciona bem em telas táteis, será mantida – mais precisamente na versão lateral. Além disso, o novo recurso de multitarefa também funcionará em telas touchscreen, mas redesenhado para responder com mais precisão ao toque. O menu Iniciar também terá suporte à ponta dos dedos.

Segundo a Microsoft, a previsão é de que o Windows 10 (ou Windows X, se preferir) chegue ao grande público no final de 2015. No entanto, até lá, a empresa se comprometeu a apresentar versões beta (testes) tanto para as empresas, quanto para os usuários. A companhia afirmou ainda que o Windows Phone saltará direto para a versão 10. No entanto, pouco foi divulgado a respeito, além da universalização dos apps.

[Crédito da imagem: The Verge]

Leia também

Acompanhe o Softonic nas redes sociais: curta a fanpage do Softonic no Facebook e siga @softonic_br no Twitter.

Carregando comentários