Apple está investigando possível roubo de imagens do iCloud

Apple está investigando possível roubo de imagens do iCloud

Um enorme vazamento de fotos pessoais de celebridades neste fim de semana gerou a especulação de que o roubo teria acontecido por meio da invasão do iCloud, o sistema de backup na nuvem da Apple. A empresa da maçã respondeu dizendo que está “investigando ativamente” a possível violação de segurança do serviço.

Há uma série de teorias sobre como um hacker poderia ter tido acesso aos dados pessoais armazenados no iCloud. Uma delas sugere que as vítimas teriam facilitado a ação dos hackers ao não terem a autenticação em dois passos do iCloud ativada nos seus celulares. O que este sistema faz é exigir que você digite, além da sua senha, um código especial geralmente enviado para o dispositivo no momento em que você tenta fazer o login na sua conta. A Apple introduziu a validação em duas etapas em março de 2013 (em julho de 2014, no Brasil), mas muitos usuários ainda não ativaram a proteção extra.

Tela de login com nome de usuário e senha

Já outra teoria aponta para o uso de uma ferramenta de hacking compartilhada no Github, que tenta adivinhar repetidamente senhas de contas do Apple ID. Não há maiores evidências sobre o caso, mas a Apple não havia corrigido esta vulnerabilidade até ontem. Agora, você pode tentar apenas um número limitado de vezes ou sua senha será resetada.

Os ataques também podem ter sido resultado de “phishing”, uma técnica que simula um e-mail real que redireciona o usuário para uma página falsa. Uma vez ali, ao digitar os dados de login, eles são guardados e enviados diretamente para o hacker. Como sempre nestes casos, desconfie de mensagens que você não solicitou e nunca informe dados como nome de usuário e senha por e-mail.

Qualquer que seja a explicação por trás do vazamento das imagens, o que é certo é que a divulgação das fotos configura um ato criminoso em muitos países. No Brasil, após o roubo e divulgação de fotos íntimas da Carolina Dieckmann em 2011, foi decretada uma nova lei – apelidada com o nome da própria atriz – que tipifica os chamados crimes ou delitos informáticos.

Publicaremos mais novidades assim que tivermos mais informações sobre o caso.

[Fonte: Re/code]

Leia também

Acompanhe o Softonic nas redes sociais: curta a fanpage do Softonic no Facebook e siga @softonic_br no Twitter.

  • Link Copiado!
Carregando comentários