Como criar um mundo “personalizado” no Minecraft

Como criar um mundo “personalizado” no Minecraft

Entre as muitas novidades de Minecraft 1.8, a mais importante é, para muitos, a capacidade de criar mundos personalizados. Veja como criá-los e como definir os parâmetros.

A última grande atualização do Minecraft foi há quase 300 dias, quase um ano. Finalmente, depois de uma longa espera, chegou o “Bountiful Update”, ou a atualização abundante.

As alterações introduzidas por esta atualização são realmente muitas. Entre elas, a mais importante e também a mais esperada é o tipo de mundo Customized, personalizável. Vamos ver como criar este mundo passo a passo.

1. Crie um novo mundo

Primeiro você tem que começar um novo jogo no modo singleplayer na tela inicial do jogo.

Na próxima, pressione Create New World para começar a produzir o seu terreno.

Digite o nome do mundo, escolha o modo de jogo pressionando o botão Game Mode e, depois, clique em More World Options…

Nesta tela, pressione o botão World Type até que apareça a escrita World Type: Customized. Quando aparecer, pressione o botão abaixo que diz Customize.

2. Customize World Settings: configurações elementares – primeira página

Você agora entrou no editor de mundos. Este é composto por quatro páginas densas de parâmetros para ajustar. Vamos ver como configurá-los para obter o que deseja.

Na primeira página você pode encontrar as Basic Settings, as configurações elementares que determinam como será gerado o mundo no qual você joga. Aqui, pode regular a presença dos elementos naturais.

    Vamos aos parâmetros um de cada vez:

  • Sea Level (nível do mar) varia de 1 a 255 (63 por padrão). Determina a altura máxima do nível de água do mar e dos rios.
  • Caves (cavernas): se encontram no nível de pedra do mapa. Se você escolher Não, isso significa que não serão criadas no mundo.
  • Strongholds (fortalezas): encontram-se geralmente sob a terra. Se você escolher Não, isso significa que não serão criadas no mundo.
  • Villages (aldeias): aparecem nas planícies, na savana e no deserto. Se você escolher Não, isso significa que não serão criadas no mundo.
  • Mineshafts (poços-minas): localizados na superfície. Se você escolher Não, isso significa que não serão criados no mundo.
  • Temples (templos): localizados na superfície, no deserto ou na selva. Se você escolher Não, isso significa que não serão criados no mundo.
  • Ocean Monuments (monumentos oceânicos): são estruturas no fundo do mar. Se você escolher Não, isso significa que não serão criadas no mundo.
  • Ravines (barrancos): são profundos desfiladeiros de 30-50 blocos. Se você escolher Não, isso significa que não serão criados no mundo.
  • Dungeons (calabouços): são prisões localizadas na superfície. Se você escolher Não, isso significa que não serão criados no mundo.
  • Dungeon Count (quantidade de calabouços): varia de 1 a 100 (7 por padrão), e é a porcentagem de vezes que o jogo vai tentar criar as prisões por “pedaço” de mundo gerado. Isto também depende das aberturas do solo.
  • Water Lakes (lagos de água): aparecem tanto ao ar livre como na cavernas. Se você escolher Não, isso significa que não serão criados no mundo.
  • Water Lake Rarity (escassez de lagos de água): varia de 1 a 100 (4 por padrão), e é a porcentagem de escassez de lagos por “pedaço” de mundo gerado, tanto em superfície quanto no subsolo. Uma porcentagem menor corresponde a um maior número de lagos.
  • Lava Lakes (lagos de lava): Se você escolher Não, isso significa que não serão criados no mundo.
  • Lava Lake Rarity (escassez de lagos de lava): varia de 1 a 100 (80 por padrão), e é a porcentagem de falta de lagos de lava por “pedaço” de mundo gerado, tanto em superfície quanto no subsolo (embora normalmente se encontram abaixo da superfície). Uma porcentagem menor corresponde a um maior número de lagos.
  • Lava Oceans (oceanos de lava): Se escolher Sim todas as bacias hidrográficas do jogo, seja oceanos ou rios, serão substituídas pela lava.
  • Biome (biomas): aqui você pode selecionar quais biomas (regiões como planícies, desertos, florestas, e assim por diante) você quer que sejam criados em seu mundo de Minecraft.
  • Biome Size (tamanho dos biomas): varia de 1 a 8 (4 por padrão) e influencia a vastidão das regiões.
  • River Size (tamaho dos rios): varia de 1 a 5 (4 por padrão) e influencia a vastidão dos rios.

3. Configurações de minerais – segunda página

Nesta página, você altera a distribuição dos minerais no mundo, ou seja, o tamanho de cada filão, o seu número e a profundidade onde poderá encontrá-los no solo. Os valores que podem ser modificados para cada mineral são:

  • Spawn Size: o número máximo de blocos do mesmo tipo, que vai de 1 a 50.
  • Spawn Tries: o número de vezes que o gerador tenta inserir um filão em uma parcela de terreno. Os valores devem estar entre 0 e 40.
  • Min. Height: a altura mínima, ou profundidade, para gerar o minério (0 a 255).
  • Max. Height: a altura máxima, ou profundidade, para gerar o minério (0 a 255).

Os minerais que você pode modificar os valores são todos menos a esmeralda, ou seja: Dirt (terra), Gravel (cascalho), Granite (granito), Diorito, Andesite, Coal Ore (carvão), Iron Ore (minério de ferro), Gold Ore (minério de ouro), Redstone Ore (pedra vermelha), Diamond Ore (diamante), Lapis Lazuli Ore (Lapis Lazuli).

4. Configurações avançadas – terceira e quarta página

Na terceira e quarta página podem ser modificados em detalhe os valores do gerador de terras de Minecraft, a única diferença é que na primeira os valores são alterados com o cursor, na outra inserindo valores no teclado.

Como você pode ler no próprio título da tela, essas configurações são para usuários avançados. Na verdade, aqui você pode alterar as configurações do Perlin noise (ruído de Perlin), o efeito gráfico que fundamenta o gerador aleatório de terras de Minecraft.

As 16 configurações diferentes que afetam o gerador de terra são desenvolvidas ao longo do gráfico de coordenadas X, Y e Z, e se relacionam com as montanhas e vales no jogo. Os valores modificáveis ​​são:

  • Main Noise Scale X (ruído principal): de 1 a 5000, 80 por padrão. Estica a terra ao longo do eixo X. Um valor mais baixo corresponde a um terreno mais montanhoso.
  • Main Noise Scale Y: de 1 a 5000, 160 por padrão. Estica o terreno em altura. Com valores mais elevados o terreno é mais montanhoso.
  • Main Noise Scale Z: de 1 a 5000, 80 por padrão. Estica o terreno ao longo do eixo X. Um valor mais elevado significa um terreno menos montanhoso.
  • Depth Noise Scale X (profundidade do ruído): de 1 a 2000, 200 por padrão. Quanto maior, mais abrupto o desnível do terreno ao longo do eixo X.
  • Depth Noise Scale Z: de 1 a 2000, 200 por padrão. Quanto maior, mais abrupto o desnível do terreno ao longo do eixo Y.
  • Depth Noise Exponent: de 0,01 a 20, 0,5 por padrão. Altera o tamanho das formas aleatórias que aparecem em todo o mundo.
  • Depth Base Size (dimensões da profundidade da base): de 1 a 25, 8.5 por padrão. Ajusta a profundidade da superfície a ser gerada.
  • Coordinate Scale (escala de coordenadas): de 11 a 6000, 684,412 por padrão. Afetam o alongamento horizontal do solo. Com valores mais elevados há mais colinas dentro do mesmo bioma.
  • Height Scale (escala da altura): de 1 a 6000, 684,412 por padrão. Afeta a altura do terreno.
  • Height Stretch (alongamento da altura): de 0,01 a 50, 12 por padrão. Estica ou comprime o terreno. Com valores mais baixos há mais montanhas e vales.
  • Upper Limit Scale (escala do limite superior): de 1 a 5000, 512 por padrão. Produz uma terra mais compacta ou crivada, dependendo da proximidade ou distância dos valores da escala do limite inferior.
  • Lower Limit Scale (escala do limite inferior): de 1 a 5000, 512 por padrão. Produz uma terra mais compacta ou crivada, dependendo da proximidade ou da distância dos valores da escala do limite superior.
  • Biome Depth Weight (peso da profundidade do bioma): de 1 a 20, 1 por padrão. Altera a altura dos biomas sem alterar a do resto da terra.
  • Biome Depth Offset (contrapeso da profundidade do bioma): de 0 a 20, 0 por padrão. Determina a altura da superfície de biomas sem alterar a altura dos relevos no mesmo bioma.
  • Biome Scale Weight (peso da escala do bioma): de 1 a 20, 1 por padrão. Afeta o peso das características de cada bioma.
  • Biome Scale Offset (contrapeso da escala do bioma): de 0 a 20, 0 por padrão. Mexa nas características do bioma.

5. Preset, valores padrão e aleatórios

Se você está perdido entre os milhares de valores de seu mundo, não se desespere. O Minecraft torna sete diferentes presets disponíveis a partir dos quais começar. Para acessá-los, clique no botão Preset.

Depois de selecionar o tipo de mundo que quer e de ter clicado em Use Preset, você pode voltar para editar os valores neste tipo de mundo, para definir como quiser.

Os outros dois botões que serão úteis são Defaults Randomize. Com o primeiro você retorna aos valores pré-definidos de cada parâmetro, com o segundo todos os valores serão alterados de forma aleatória.

6. Crie o seu mundo!

Quando terminar a edição de parâmetros, pressione Done. Na tela seguinte, pressione Create New World e comece a jogar!

Muitos mundos personalizados para compartilhar

Através do tipo de mundo Customized, a atualização 1.8 de Minecraft adiciona um novo elemento de criatividade para um jogo que tem a criatividade por trás de seu sucesso.

Como se isso não bastasse, o videogame de Mojang também pode contar com uma vasta comunidade que produz mods que mudam o jogo em todos os aspectos, desde a integração de novos animais até aqueles para os fãs da construção.

[Artigo original em italiano]

Veja também:

Carregando comentários