Snapchat: ame-o ou deixe-o?

SnapChat - ame-o ou deixe-o

Muitos ainda acreditam que a única proposta do Snapchat é permitir o envio de fotos comprometedoras, e a sua popularidade entre adolescentes não deixa subir sua reputação entre pessoas com mais de 21 anos.

Somando-se algumas falhas de segurança e notícias recentes de vazamento de fotos a esse fato, não surpreende que muitos dispensem o famoso aplicativo de mensagens efêmeras. Porém, apesar de já ter ultrapassado a idade em questão, há quem – e aqui eu me incluo – goste de verdade de usar o Snapchat. Neste artigo, ao lado do também editor do Softonic Baptiste, comentamos as razões pelas quais gostamos ou não gostamos de usar o Snapchat.

Baptiste: não é muito prático

Meus motivos para não ser fã do Snapchat são um pouco mais práticos. Não entendo todo o alvoroço ao redor dele: é um app de comunicação ou simplesmente um novo serviço? Não me leve a mal, não é que eu não goste do Snapchat. Seu sistema de chat de vídeo é realmente inovador e pode ser divertido, mas tenho alguns problemas com ele.

Primeiro, não sou capaz de encontrar todos os meus amigos no Snapchat. Até mesmo quando penso que eles o estão utilizando, não tenho certeza de que realmente são eles. Adicionei um amiga depois de fazer uma busca pelo seu nome no serviço e encontrá-la por meio de seu nome de usuária. Alguns dias depois, notei que era a pessoa errada, só que com o mesmo nome. Acabei enviando fotos minhas para alguém que nem mesmo conheço! Contudo, não fiquei surpreso: não há foto de perfil ou descrição de conta, o que acaba sendo bastante incômodo.

Leave It

Tampouco sou muito fã do Snapchat porque os alertas não parecem úteis. Quando recebo uma notificação no meu iPhone, não sei se é um snap enviado para mim ou um Snapchat Story que foi compartilhado comigo e outros 100 usuários.

Reconheço que algumas das funções do Snapchat são bastante boas. Eu gostaria muito de experimentar o recurso Our Story. Me imagino em um festival durante o qual tenha acesso a snaps geolocalizados adicionados por outros usuários do Snapchat. É como uma pasta compartilhada que “desaparece” quando todo mundo vai embora, mesmo que seja bastante cético com relação a todo esse tema do “desaparecimento”. Essa função me lembra as hashtags do Twitter e os seus trending topics ou tendências, que considero realmente legais.

Abriria o Snapchat movido por alguma razão específica, por exemplo se estou em um show ou em uma conferência e quero saber mais usando a função Our Story. Mas não o utilizaria para me comunicar com amigos. Se quero ver coisas divertidas, dirijo-me diretamente para o 9Gag.

Suzie: na realidade, é bastante divertido

Posso não ser tão ativa no Snapchat como a população pré-adolescente, mas considerando-se o fato de que tenho 27 anos e amigos usando o serviço, não me considero sozinha.

Dito isto, não tenho uma tonelada de amigos usando o Snapchat, mas os que lá estão parecem fazê-lo de formas inteligentes, o que torna mais interessante o momento em que recebo snaps. Tenho um amigo que, quase todos os dias, envia fotos engraçadas de vídeos de coisas monótonas de seu dia a dia, por exemplo a ida de carro para o trabalho, só que com comentários incluídos. Esse pequeno detalhe deixa tudo mais divertido. É a habilidade de enfatizar alguma coisa, seja desenhando sobre uma imagem ou adicionando comentários aos vídeos. Tudo isso faz, para mim, com que o Snapchat seja um jeito fácil e divertido de se comunicar.

O que eu provavelmente mais gosto no Snapchat é que não há necessidade de dar resposta. Apesar de seu reconhecido uso voyerístico, eu raramente respondo (tanto por causa de restrições de tempo como porque eu sei que não sou tão esperta).

Também estou bem ciente de que esses vídeos e imagens não estão sendo enviados só para mim, mas acho também que é justamente por isso que dar resposta não é algo essencial. O Snapchat pode ser, na verdade, mais um fórum público do que, digamos, um Facebook, porque você só estará mandando coisas para pessoas que realmente quer que as vejam. Essa regra também funciona para as Snapchat Stories e a função “Our Story”, da qual o Baptiste gosta tanto.

Love it

Neste sentido, acho mais fácil compartilhar snaps com múltiplas pessoas do que enviar um texto para um grupo. Por exemplo: basta tirar uma foto, escrever alguns nomes e todos saberão o que você está fazendo.

Surpreendentemente (ou não), um dos maiores atrativos do Snapchat – a habilidade de enviar mensagens efêmeras – é, para mim, mais uma conveniência do que qualquer outra coisa. Provavelmente ficaria incomodada com todas essas fotos e vídeos entupindo o meu telefone, mas o fato de que as imagens desapareçam não é a razão de eu o utilizar. Eles poderiam simplesmente ser armazenados em algum lugar, em especial os mais engraçados, e eu ainda vou usá-lo (embora não esteja certa de que todos os meus amigos fariam o mesmo).

Também acho que o Snapchat parece trabalhar um pouco mais em tempo real do que as atualizações no Facebook ou Instagram, porque você não pode salvar uma foto ou vídeo Snapchat na metade do processo para enviar mais tarde: é agora ou nunca. É uma atualização rápida, na qual, em um instante, eu sei o que meus amigos estão fazendo.

Eu não chamaria o Snapchat de meu preferido ou até mesmo meu serviço de mensagens padrão, mas acho que, como novidade, ainda merece um local importante na minha coleção de aplicativos de mensagens.

O que você acha do Snapchat? Tem algum uso especial do app?

Artigos relacionados:

Este artigo foi escrito com a colaboração do editor do Softonic Baptiste Brassart.

[Artigo original em inglês]

Carregando comentários