Michel Teló é a celebridade mais usada para crimes virtuais em 2014

Michel Teló é a celebridade mais usada para crimes virtuais em 2014

O nome do cantor sertanejo Michel Teló foi a celebridade preferida pelos crackers para disseminar crimes virtuais em 2014. A informação é da empresa de segurança McAfee.

A empresa divulgou uma pesquisa que indica quais são as celebridades brasileiras cujos nomes são mais usados para distribuição de malwares. Segundo o relatório, ao buscar por Michel Teló na internet, o internauta tem 16% de chance em acessar um site portador de ameaças online, como spywares, adwares, spams, phishing, vírus e outros códigos maliciosos.

O ranking de 2014 mostra que os cantores são as celebridades mais usadas em páginas falsas. Ou seja, metade dos dez primeiros colocados atua na área musical.

Luan Santana (2º, com 15,19%), Anitta (4º, com 14,63%), Ivete Sangalo (5º, com 12,50%) e Gaby Amarantos (8º, com 11,11%) também estão entre os nomes mais usados como iscas pelos cibercriminosos. Além dos cantores, é possível também encontrar atrizes (Ísis Valverde, 6º, com 11,57%), modelos (Viviane Araújo, 3º, com 15,09%), apresentadores (Sabrina Sato e Luciano Huck, 7º e 10º respectivamente, com 11,48% e 9,72%) e esportistas (Dunga, 9º com, 10,37%).

Confira a relação logo abaixo:

McAfee Celebridades mais perigosas web 2014

Frequentemente, os criminosos se aproveitam do interesse dos consumidores por materiais relacionados a seus ídolos, sejam notícias, musicas, vídeos, papel de parede ou fotos, para atraí-los a sites repletos de malwares – códigos maliciosos capazes de infectar o computador do usuário e roubar informações pessoais.

Para se proteger de golpes e infecções virtuais, siga algumas dicas básicas:

  • Cuidado com qualquer conteúdo que solicite download de arquivos antes de ser disponibilizado. É recomendável assistir aos vídeos ou baixar os arquivos nos sites oficiais dos provedores de conteúdo.
  • “Downloads gratuitos” são os termos de pesquisa mais propensos a conter vírus. Aqueles que pesquisam os termos vídeos ou arquivos para download devem ter cuidado para não baixar malwares no computador.
  • Acesse sites oficiais de confiança para buscar notícias. No entanto, sites confiáveis também podem ser vítimas de hackers. Sempre use uma ferramenta de pesquisa segura que alerte sobre sites ou links perigosos antes de usar.
  • Não baixe vídeos em sites suspeitos. A maioria dos clipes e notícias que você deseja ver está nos sites de vídeo oficiais, que não exige download de arquivos. Se um site oferecer um vídeo exclusivo para download, não faça o download.
  • Sempre confirme o endereço do site. Use o cursor do mouse para garantir que o link direcionará você para o site correto. Procure erros de ortografia ou outras pistas que indiquem se o site é seguro ou não (existe um tipo de golpe que se aproveita de erros de digitação dos usuários na Internet ao inserirem endereços de sites em um navegador).
  • Não “faça login” nem compartilhe outras informações: se você receber uma mensagem, um SMS ou um e-mail ou acessar um site de terceiros que solicita suas informações (cartão de crédito, e-mail, endereço residencial, login do Facebook ou outras informações) para ter acesso a uma reportagem exclusiva, não compartilhe essas informações. Essas solicitações são uma tática comum de phishing que pode levar ao roubo de identidade.
  • Verifique se todos os seus dispositivos (PCs, tablets e smartphones) contam com soluções de segurança atualizadas e confiáveis.

Leia também

Acompanhe o Softonic nas redes sociais: curta a fanpage do Softonic no Facebook e siga @softonic_br no Twitter.

Carregando comentários