Google trabalha para corrigir bug de uso excessivo da bateria pelo Chrome

Google trabalha para corrigir bug de uso excessivo da bateria pelo Chrome

Na semana passada, o Softonic publicou a notícia sobre o bug do Chrome para Windows que “suga” a bateria dos notebooks. A boa nova é que o Google reconheceu a falha e está trabalhando ativamente em uma correção para o problema.

O bug, que foi relatado pela primeira vez ainda em 2010, ocorre em virtude do Chrome não conseguir ficar ocioso por muito tempo. O Windows usa um processo chamado “system clock tick rate” que define o intervalo com que cada programa aciona o processador para executar uma tarefa. Outros navegadores definem esse tempo em 15 milissegundos quando ociosos, e sobem para cada 1 milissegundo ao serem usados ativamente. O Chrome não faz essa diferença: a taxa de uso de processador do browser do Google é sempre de 1 ms. Isso significa um aumento estimado de 25% do uso da bateria.

O site PCWorld informa que a equipe do Google finalmente levou a sério o problema e tem trabalhado duro para solucionar a falha. Enquanto a solução não chega, você pode – e deve – usar outros navegadores. Tanto o Firefox como o Internet Explorer consomem menos bateria do notebook do que o Chrome.

Para usuários do Mac, a notícia também é boa: o Chrome para Mac não apresenta o mesmo bug.

[Fonte: PCWorld]

Leia também

Acompanhe o Softonic nas redes sociais: curta a fanpage do Softonic no Facebook e siga @softonic_br no Twitter.

  • Link Copiado!
Carregando comentários