Google, Apple ou Nokia, qual o melhor app de mapas? Testamos em Barcelona

Google Maps, Apple Maps ou Nokia HERE? Qual é o melhor programa de localização no celular? O Google Maps é um dos aplicativos mais populares entre os usuários de celular, mas ele merece o título de melhor? Aproveitamos o aniversário do Google Maps para comparar sua eficiência contra dois competidores de peso: o Apple Maps e o HERE Maps (antigo Nokia HERE).

Caso você não saiba, o Google Maps completou nove anos de existência! Para celebrar a ocasião, nós decidimos abandonar o conforto da nossa redação e partir pela cidade para testar os três aplicativos de navegação em condições reais na belíssima cidade de Barcelona. Nossa missão? Sentir a experiência e efetividade de usar o aplicativo em situações normais na vida de todos.

Recomendações, modos offline, horários de transportes… Nós testamos todas as funções oferecidas pelos apps para determinar quem merece o título de campeão dos pesos pesados da navegação no celular.

O grande desafio de mapas do Softonic

As regras do Grande Desafio de Mapas do Softonic são simples. Cada competidor deve cumprir três provas de localização com apenas a ajuda do app de GPS instalado por padrão. E o mais rápido possível.

Para começar os testes, nós tivemos que caminhar para um lugar pré-selecionado desconectado da internet. A segunda missão foi usar o transporte público para encontrar outro destino. O último desafio foi usar os aplicativos para achar uma loja onde pudéssemos comprar um produto específico. No nosso caso, cupcakes!

Baptiste e o Apple Maps, o novato

Baptiste testa o Apple Maps no iPhone

Limpar a barra do Apple Maps, é a minha missão. Foi o primeiro pensamento que veio à minha mente antes de comparar o Google Maps, Apple Maps e o HERE Maps. Alguns colegas tentaram me tranquilizar: “Não se preocupe, Barcelona foi a cidade de testes para o aplicativo”. O desafio ficava mais e mais interessante.

Antes de começar a primeira rodada de provas – chegar num ponto selecionado desconectado da internet -, eu decidi capturar telas da rota freneticamente, só para não correr qualquer risco. Nada disso foi necessário, ainda bem. Como o Google Maps, o Apple Maps retém os dados acessados no cache, o que permitiu encontrar o lugar da primeira missão com facilidade. Usar o GPS e a rota armazenada na memória foi o suficiente para ampliar ou reduzir a imagem do mapa e saber o momento certo de virar a esquina.

Tela do Apple Maps mostrando a localização do editor em BarcelonaApple Maps conserva a direção consultada no cache

30 minutos depois do início, eu já tinha terminado o primeiro objetivo do desafio. O resultado poderia ter sido um pouco mais complicado…

Baptiste comprovando que chegou ao destinoApós 30 minutos, eu já tinha completado a primeira missão

O objetivo da próxima prova era atravessar a cidade. Determinado a ultrapassar meus amigos e competidores, Markus e Samuel, eu tentei encontrar o caminho mais curto para chegar ao local indicado. Primeiro ponto positivo: o Apple Maps sabia aonde eu deveria ir. Mas, para minha grande surpresa, o serviço não conhecia a trajetória de ônibus, nem as linhas de metrô e muito menos os respectivos horários de cada um.

Sugestão de trajeto no Apple MapsApple Maps não conhece rotas de ônibus, nem as linhas de metrô

Conformado com as poucas informações recebidas do meu iPhone, continuei caminhando. Durante minha andança, parei perto de um ponto de ônibus. Após consultar o mapa rapidamente, tomei uma decisão. Mesmo tendo pego um pequeno engarrafamento que me fez perder bons minutos, eu consegui chegar ao destino sem problemas após 50 minutos.

Baptiste arrisca pegar um ônibus, mesmo sem orientações do Apple MapsUm pequeno engarrafamento me fez perder minutos preciosos

Hora do terceiro desafio: encontrar uma padaria para comprar cupcakes o mais rápido possível. Confiante, eu comecei a procurar por cupcakes próximos no Maps. O aplicativo ofereceu o primeiro endereço a poucos metros de mim. Pergunto a uma vendedora: “você faz cupcakes?”. Resposta: “Não, fazemos crepes”.

Apple Maps não conseguiu indicar uma loja de cupcakesA vitrine repleta de cupcakes…

Missão quase cumprida. Eu fui ao segundo lugar indicado pelo aplicativo. Nada de cupcakes. Desapontado, eu fui em direção ao terceiro local sugerido pelo Apple Maps quando encontrei uma loja fora da lista de sugestões do aplicativo. Para minha alegria, a vitrine estava repleta de magníficos cupcakes! Agora sim, missão cumprida.

Tempo total do Apple Maps: 1 minuto e 43 segundos

Markus e o HERE Maps, a força da tranquilidade

Markus testa o HERE Maps no Windows Phone

Eu estava confiante para realizar o primeiro desafio. Na verdade, o HERE Maps é o único dos três serviços testados que possui um modo de navegação offline digno do nome, e eu tenho ótimas lembranças de usar o aplicativo em trajetos complicados de carro. Então, estava contente em procurar o endereço de teste e seguir as instruções da tela.

Não encontrei qualquer dificuldade em usar o HERE Maps. O serviço funciona muito bem e mostra indicações claras numa interface simples, digna das melhores soluções de localização. Mesmo o satélite continuava visível no modo offline, o que ajudou a me localizar apesar dos atrasos do GPS.

Instruções claras no HERE MapsNokia HERE mostra indicações claras

Já no primeiro ponto de encontro, minha alegria durou muito pouco: Baptiste estava no meu calcanhar e chegou pouco depois de mim. O motivo? O HERE indicou um beco sem saída e eu precisei retornar para continuar a minha jornada competitiva. No final, perdi cinco minutos preciosos. Sem este contratempo, eu chegaria em primeiro sem qualquer problema.

Para o próximo desafio, escutei as recomendações de trânsito do HERE Transit, o aplicativo dedicado em trânsito do HERE Maps. Uma estratégia simples e eficaz que determinou minha caminhada.

Seguindo as instruções do HERE Transit no metrôHERE Transit indica um trajeto simples e eficaz

Mesmo assim, não é muito simples fazer malabarismo para trocar as telas e eu preferia poder usar o mesmo aplicativo. Contudo, uma vez com o movimento para fazer a transição de telas dominado, eu pude continuar minha jornada tranquilamente.

Ponto para o HERE Maps, que distinguiu as partes que eu deveria andar a pé e outras para andar de metrô. A precisão do aplicativo permitiu que eu chegasse em primeiro lugar no segundo desafio.

HERE Maps separa as indicações de trecho a pé e com transporte públicoNokia HERE indica quando eu devo andar a pé

A má surpresa veio na última missão: encontrar um cupcake baseado nas recomendações do HERE. O aplicativo da Nokia usa sugestões do TripAdvisor, uma solução que funciona muito bem para hotéis e restaurantes, mas que é limitado para sugerir lugares diferentes do tradicional.

cupcakesEu decidi me juntar ao Samuel e ao Google…

Eu não encontrei nenhum cupcake no lugar onde estava e nem em lugares próximos. Impossibilitado de completar o desafio final, decidi me juntar ao Samuel e ao Google. Minha maior surpresa foi o Google mostrar a padaria mais famosa de cupcakes no bairro. E tudo funcionou muito bem! Os cupcakes estavam tão deliciosos na Amelia, no bairro de Gràcia, que eu esqueci da corrida e da nossa competição. Afinal, eu também ganhei… deliciosos bolinhos!

Tempo total do HERE Maps: 1 minuto e 35 segundos

Samuel e o Google Maps, o valor da segurança

Samuel testa o Google Maps no Android

Para mim, o Google Maps é o aplicativo de navegação ideal. Sério, não tenho nada para reclamar do aplicativo e eu estava muito confiante em terminar a primeira etapa com vantagem. O Google Maps dispõe de um modo dedicado aos celulares desconectados da internet… pelo menos na teoria. De fato, a cidade de Barcelona é uma das poucas cidades que não estão armazenadas no cache do aplicativo. Depois de alguns minutos do evento começar, decidi procurar meu itinerário e manter o app aberto no celular.

O Google Maps não armazena dados de mapas de todas as cidades, mas mantém o último mapa aberto na memóriaO aplicativo continua operando como se nada estivesse acontecendo…

Para minha surpresa, mesmo com a conexão desabilitada, o aplicativo continuou a funcionar como se não tivesse acontecido nada. E, melhor ainda, meu progresso era exibido com o GPS em tempo real. Um recurso bacana que me ajudou a completar o primeiro desafio em menos de 30 minutos e chegar com o Baptiste!

sam + baptiste
Chegando junto com o Baptiste!

Depois de tirar uma pequena foto de lembrança, eu fui para o segundo objetivo. Deixei as colinas de Barcelona para trás e comecei minha caminhada em direção ao centro da cidade. Agora com a conexão de internet reativada, pude usar a busca do Google Maps para encontrar a rota de destino mais rápida: eu precisava andar um pouco para a estação de metrô mais próxima.

Quando eu estava descendo aquela colina íngreme, vi a jaqueta vermelha do Markus lá na frente. Com um pouquinho mais de esforço eu poderia ter chegado junto. Mas, em vez de confiar nos meus sentidos, optei por confiar cegamente no Google Maps. Eu estava errado! Perdi para o Markus… e por alguns minutos bem preciosos.

Encontrando uma (boa) loja de cupcakes com o Google MapsPadaria especializada em cupcakes esperando por nós…

Um punhado de estações de metrô e uma caminhada de alguns minutos durante a tarde, e eu já estava em segundo lugar no desafio. O momento para alcançar o último teste chegou: a procura pelo lendário lugar de cupcakes. Como se fosse a grande chance de vitória, uma padaria especializada em cupcakes nos esperava na esquina.

cupcakes ameliaOs proprietários nos deram boas-vindas…

Após 10 minutos, eu cheguei na companhia do Markus na padaria Amelia. Terminada a degustação bem merecida, eu utilizei o Google Maps para deixar uma recomendação do local e para agradecer aos proprietários por nos receberem tão bem. Foi uma ótima reunião para colocar ponto final em nossas aventuras pela cidade de Barcelona.

Tempo total do Google Maps: 1 minuto e 15 segundos

Resultado da corrida

Ranking - primeiro, Google Maps - segundo, HERE Maps - terceiro, Apple Maps

Google Maps é o nosso grande campeão com apenas 1:15 de duração contra 1:35 e 1:45 do HERE Maps e Apple Maps, respectivamente. O aplicativo de navegação do Google foi excelente no modo offline e demonstrou um poder formidável de busca para os dois últimos desafios. A classificação final reconhece os nove anos de inovação e confirma, incidentalmente, o domínio do Google no campo de navegação pelo celular.

Qual é o seu app favorito entre os testados no Grande Desafio Softonic?

[Artigo original em francês]

Carregando comentários

Últimos artigos