Apple Pay: o produto estrela da Apple está em perigo

CurrentC está tendo adesão de grandes empresas

Após a apresentação dos novos iPhone 6, iPhone 6 Plus e o Apple Watch, muitos especialistas concordaram que o produto mais importante anunciado pela empresa em sua conferência foi o Apple Pay. Não surpreende que a Apple sonhe com padronizar um sistema fechado de pagamentos baseado na tecnologia NFC – que já existe no mercado, mas com uma penetração mínima.

Entretanto, parece que muitas grandes empresas não estão animadas em dar tanto poder à Apple. Alguns laboratórios farmacêuticos dos Estados Unidos, como Rite Aid e CVS, começaram a desativar pagamentos via Apple Pay, dando ênfase ao Current C, um sistema alternativo ao qual estão afiliados.

E as más notícias para a Apple não param por aí. Pesos pesados do comércio, como Walmart, Kmart, 7-Eleven e Best Buy, também parecem estar planejando uma estratégia semelhante e poderiam apoiar apenas o CurrentC.

Como isso afeta o usuário? A tecnologia NFC que, insistimos, já existia no mercado, poderia se converter em um novo padrão de pagamentos graças ao Apple Pay. No entanto, a tendência poderia não se concretizar caso cada empresa opte por uma solução diferente.

Até agora, apesar de ter apoio econômico, o CurrentC não parece ter as qualidades necessárias para ser um sucesso: não usa NFC, mas sim códigos QR. O comprador tem que tirar o celular do bolso, abrir um app (de leitura de códigos QR), tirar uma foto do código em questão e efetuar o pagamento. Trata-se de um processo muito mais complexo do que simplesmente “aproximar o iPhone com o dedo no TouchID”. De qualquer maneira, tudo é muito recente. É necessário esperar algum tempo para ver como acabará essa história.

[Fontes: Ars Technica | The Verge | The Wall Street Journal]

Leia também

Acompanhe o Softonic nas redes sociais: curta a fanpage do Softonic no Facebook e siga @softonic_br no Twitter.

Carregando comentários

Últimos artigos