5 dicas para turbinar sua carreira usando o LinkedIn

5 dicas para turbinar sua carreira usando o LinkedIn

Se você pensa que o LinkedIn é apenas mais uma rede social que reúne currículos e vagas, é hora de rever os seus conceitos. Em 2012, várias mudanças transformaram o site em uma ferramenta imprescindível para o seu crescimento profissional.

Além de adotar uma linguagem multimídia, o LinkedIn promove uma verdadeira interação entre usuários, mostra informações estratégicas para você turbinar sua carreira e facilita o contato com pessoas-chave em diversas empresas.

É difícil largar a tentação do Facebook e abraçar de vez o LinkedIn, mas arranje tempo na agenda e leia nossas 5 dicas de como o LinkedIn pode alavancar sua vida profissional:

1. Currículo multimídia

O atual currículo do LinkedIn aceita não só texto mas também conteúdo multimídia, como imagens e vídeos. No site, você pode especificar projetos importantes que desenvolveu com colegas e até publicar links para o perfil deles.

São os detalhes que fazem a diferença quando alguém visita seu CV e pensa em contratá-lo. Deixe de escrever só o nome dos cargos que ocupou para publicar informações de valor a potenciais empregadores.

2. Cultive contatos que reforçam seus talentos

O LinkedIn tem uma função chamada “Endorsement”. Quando seus amigos acessam o site, eles veem uma foto sua ao lado de palavras-chave tiradas do seu currículo.

Caso considerem que você é bom em um determinado quesito, eles clicam sobre os termos listados.

Assim, quanto mais gente confirmar suas qualidades profissionais, mais você aparece nos resultados das buscas dos recrutadores.

Outra ferramenta importante é a de recomendação. Se você acredita no potencial dos seus colegas, não perca tempo e escreva um parágrafo ressaltando o que de melhor eles fazem e têm para oferecer. Tais “testemunhos” ajudam a dar uma impressão positiva a todos que acessam um perfil no LinkedIn e, certamente, eles retribuirão a gentileza.

3. Fique mais próximo das empresas

Foi-se o tempo em que você ia às cegas a uma entrevista de trabalho. No LinkedIn, você pode estudar a fundo a empresa onde quer trabalhar, checar vagas abertas, pesquisar o perfil dos atuais funcionários e conhecer sua cultura empresarial.

Algumas delas, como o Google, ainda publicam fotos de seus escritórios e divulgam entrevistas com funcionários para ajudar você a descobrir se realmente vale a pena se candidatar. Ao procurar emprego, pare de atirar para todos os lados e estude bem o seu alvo (leia também 5 dicas para arranjar emprego via Facebook e Twitter).

4. Siga os passos de líderes mundiais

O LinkedIn também é uma valiosa fonte de informação de mercado e desenvolvimento profissional. Em “Notícias” ou “LinkedIn Today”, você encontra as notícias e reportagens mais lidas e favoritadas na rede social.

Já o espaço “Quem Seguir” ou “Who To Follow” traz a possibilidade de acompanhar atividades de líderes e pensadores de várias áreas. Entre eles estão desde o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, até personalidades como o empresário britânico Richard Branson, fundador do Grupo Virgin. Informação especializada direto da fonte.

5. Interaja com base em interesses comuns

Usuários antigos da rede social podem achar que o jeito mais elaborado de interagir no LinkedIn é mandar e-mails, mas o “novo” LinkedIn vai além disso. A seção “Atividades” de cada membro revela quem seus colegas adicionaram recentemente, atualizações de status – por exemplo um novo emprego – e até as notícias que leram.

Com isso, você descobre interesses afins e pode compartilhar informações interessantes divulgadas por eles na sua própria timeline ou mandá-las direto para grupos de discussão. No LinkedIn, você obtém visibilidade e torna-se um formador de opinião facilmente, mostrando aos seus contatos que vale a pena tê-lo em seus círculos profissionais.

Você já tem perfil no LinkedIn? Já conseguiu uma entrevista de emprego por meio da rede social? Conte para a gente aqui nos comentários!

  • Link Copiado!
Carregando comentários