19 conselhos imprescindíveis para usar o Twitter com total segurança

Evite perigos no Twitter com estes 19 conselhos. Aqui comentamos tudo o que você precisa saber para tuitar com total tranquilidade.

O Twitter é um lugar virtual e público, uma rede social muito mais aberta que o Facebook ou o Google+, já que foi criada para compartilhar e comentar assuntos de todo tipo, sem filtros ou barreiras. Qualquer um pode seguir você e você pode seguir qualquer um. Os limites, neste sentido, são poucos.

Pelo caráter público, o Twitter é também uma das redes sociais mais atacadas por hackers e mais perigosas para a privacidade e a segurança de seus dados. Mas este não é um preço que você tem necessariamente que pagar: siga os conselhos a seguir e sua presença no Twitter será muito mais tranquila.

1. Comprove os direcionamentos de links suspeitos

Muitas mensagens publicadas no Twitter contêm links encurtados. Em algumas ocasiões, esses links levam a lugares perigosos, como formulários falsos ou vírus que são baixados imediatamente no seu computador. Já que clicar onde não se deve é a principal forma de infecção por malware nas redes sociais, abstenha-se de clicar em links que não transmitirem certa confiança.Unshor.me é um site para você encurtar endereços

A forma mais cômoda de saber o que está oculto atrás de um link encurtado é usar uma extensão para o navegador que analise a URL por você. Entre as melhores estão Unshort.me (Chrome) e Unshorten.It! (Firefox). Também é possível usar o AVG LinkScanner, que comprova a segurança de todos os links.

2. Use uma senha única e segura para o Twitter

Repetir senhas em múltiplos serviços é o erro de segurança mais desastroso que você pode cometer. Experimentar senhas repetidas é também a primeira coisa que um hacker fará no caso de conseguir um dos seus códigos secretos. É por isso que é preciso definir uma senha única e segura para o Twitter. Preguiça de fazer isso? Então use um gerenciador de senhas.

3. Não compartilhe sua conta com outras pessoas

Compartilhar conta com outras pessoas é algo muito tentador e pode ser divertido. Mas se você tem um mínimo de cuidado com seus dados, nem pense em compartilhar as informações de acesso com alguém que não seja de sua completa confiança: quanto mais gente tiver sua senha, maior a probabilidade de que seja roubada.

4. Ative a verificação em dois passos com o seu celular

A verificação em dois passos consiste em introduzir um código enviado ao seu celular cada vez que entrar na sua conta através de um novo computador ou telefone. O mecanismo impede o acesso não autorizado inclusive nos casos de alguém conseguir a senha da sua conta. Para ativar a verificação em dois passos no Twitter, clique aqui.

Verificação em dois passos do Twitter

5. Faça com que o pedido de senha exija o seu e-mail

Outra boa ideia é obrigar o Twitter a pedir mais informações pessoais quando esquecer sua senha. Se marcar a opção correspondente no menu de Segurança, o Twitter pedirá o seu e-mail e telefone toda vez que solicitar um novo código de acesso. É mais confiável que pedir apenas o nome de usuário.

Opção do Twitter que exige mais informações antes de gerar um novo código de acesso

6. Exclua aplicativos desconhecidos de sua conta do Twitter

App para ver quem deixou de seguir você, app de fotos, de chat… São cada vez mais numerosos os aplicativos que pedem permissão para acessar seus dados no Twitter, mas, às vezes, concedemos essa licença sem muitas preocupações. O resultado? Que se algum app malicioso se intrometer entre os autorizados, seus dados estarão em perigo.

Lista de aplicativos para o Twitter

Revise periodicamente a lista de aplicativos permitidos e tire os que não costuma usar ou não se lembre de ter instalado. Você pode fazer isso no menu de configuração Apps: um clique em “Revogar acesso” e o aplicativo se desconectará no mesmo instante, perdendo o acesso aos seus dados. Se você se equivocar, é só voltar a habilitá-lo.

7. Atenção aos sinais de conta comprometida

Existe todo um conjunto de sinais que indica a presença de problemas de segurança ou intrusos na sua conta do Twitter. Alguns desses sinais são:

Seus amigos o avisam de que receberam mensagens diretas estranhas. Você recebe respostas a tuítes que não lembra de ter escrito. Segue ou deixa de seguir contas sem que se lembre dessas decisões. Recebe notificações de segurança não solicitadas ou estranhas. A aparência do seu perfil muda sem que você faça nada.

Se esses sinais se tornarem realidade, revogue a autorização a apps desconhecidos (conselho anterior) e troque sua senha imediatamente. Siga também as recomendações que publiquei em O que fazer quando roubam sua senha.

8. Não responda a e-mails que pedem sua senha

É possível que, na onda de pânico de um grande roubo de senhas, você receba um e-mail que pareça ser do Twitter. Se esse correio eletrônico solicitar o envio da sua senha atual ou que você a introduza em algum formulário, ignore a mensagem. Em geral, desconfie de qualquer e-mail suspeito: se não solicitou nada, não clique.

9. Faça download de um backup de seus tuítes periodicamente

Imagine que alguém acessa sua conta e encerra suas atividades no Twitter. Ou que você autoriza um aplicativo que apaga a metade de suas mensagens. Um desastre. Felizmente, você tem a possibilidade de fazer o download de cópias de segurança completas de seu perfil no Twitter no menu Conta. Quando o arquivo estiver pronto, você receberá um e-mail com o link de download.

Mensagem sobre cópia de segurança feita no Twitter

10. Bloqueie quem incomoda ou ofende você

Sua atenção é muito valiosa para desperdiçá-la com respostas a trolls anônimos. O Twitter permite bloquear qualquer usuário em qualquer momento: quando você faz o bloqueio, as mensagens trocadas com a pessoa desaparecerão da sua conta, e o afetado não poderá etiquetar você e nem enviar réplicas.

Mensagens trocadas com uma pessoa recém-bloqueada desaparecerão

11. Impeça que os demais o encontrem pelo seu e-mail

Sua conta de e-mail é um universo à parte que não tem porque se misturar com o do Twitter. Ao desmarcar esta opção, ninguém poderá encontrá-lo por meio de seu correio eletrônico. Ideal para que seus ex, credores e clientes não possam encontrá-lo de forma imediata.

Você pode ser encontrado no Twitter pelo e-mail

12. Desative a opção para ser marcado em fotos

Pode ser muito incômodo que alguém marque você numa foto. Se você acha que algo assim pode prejudicar sua privacidade, vá às opções de Privacidade do Twitter e defina se deseja ser etiquetado por todos, só por seguidores ou por ninguém. Você decide.

Opções para definir se desejava ser marcado em posts no Twitter

13. Desative a publicidade baseada em interesses

A publicidade na internet está se tornando cada vez mais inteligente – e também mais inquietante. São os chamados “anúncios baseados no comportamento do usuário”, que adivinham seus interesses a partir do conteúdo compartilhado e visitas realizadas a diferentes sites. O Twitter também faz isso, mas você pode desativar este recurso aqui.

Propaganda direcionada no Twitter

14. Desative a geolocalização de seus tuítes

Já faz alguns anos que o Twitter permite anexar informações geográficas às suas mensagens (via GPS). Nunca foi muito útil, e isso supõe um risco para a sua privacidade. Imagine, por exemplo, que um potencial ladrão descobre que você tuíta a partir de mil quilômetros de distância: é um sinal de via livre para entrar na sua casa. Desative esta função a partir do menu de Privacidade.

Opção para desativar a geolocalização do Twitter

15. Informe de tweets, anúncios ou imagens inapropriadas

Depende também de você que a rede fique mais segura e agradável. Quando vir imagens ou mensagens inapropriados, você pode informar o Twitter sobre elas para que tome as medidas necessárias. Não faça RT nem responda mensagens perigosas ou claramente ilegais: use os devidos links para informar a empresa e pronto.

Posts no Twitter podem ser denunciados

16. Se ameaçam você, denuncie o fato ao Twitter e às autoridades

A intimidação virtual é um tema sério. Se alguém o acossar, ameaçar ou agredir verbalmente pelo Twitter, informe o problema à rede social por meio deste formulário. Ao mesmo tempo, entre em contato com as autoridades se considerar que sua integridade física está em perigo. Para casos de roubo de identidade, use este outro formulário.

17. Pense antes de publicar informações pessoais

Qualquer coisa que você publique no Twitter e que contenha dados pessoais pode ser usada contra você. Use a cabeça antes de compartilhar este tipo de informação no serviço. Um conselho? Use ferramentas como o Hootsuite, que permite programar publicações e acompanhar facilmente o seu impacto.

18. Se não quer preocupações, ative o cadeado na sua conta

O cadeado é um clássico do Twitter e oferece uma maneira de controlar melhor quem segue você. Ao ativá-lo – isso se faz a partir das opções de segurança -,  seu perfil no Twitter ficará tão privado como o do Facebook, com a diferença de que você não poderá escolher: todas as publicações serão privadas e apenas seguidores aprovados poderão vê-las.

Opção para proteger seu perfil de desconhecidos

19. Siga as regras do Twitter

Você também deve ser um bom “cidadão” do Twitter. Se não quiser que sua conta acabe bloqueada, siga as regras: não se passe por outra pessoa ou marca, não publique dados confidenciais de outras pessoas, não ameace ninguém, não viole os direitos de autor e não use o Twitter para fins ilegais. Se for bloqueado, recorra da decisão.

Sobretudo, não deixe o pânico bater

O Twitter é um serviço público, mas bastante seguro. Se você não atrair a atenção de pessoas mal intencionadas, usar uma boa senha e não publicar dados comprometedores, será muito difícil que aconteça algo negativo.

Se tiver mais dicas, compartilhe-os!

[Artigo original em espanhol]

Leia também:

Carregando comentários